Prótese de mama

 

O que é Prótese de mama (Mamoplastia de Aumento)?

A mamoplastia de aumento visa aumentar, projetar e dar volume ao seio pequeno ou atrófico, além de corrigir deformidades adquiridas (pós ressecção de tumores) ou congênitas (assimetrias, doenças desenvolvimento mamário)

Como é feita a cirurgia de prótese de mama?

A cirurgia de prótese de mama é realizada através de uma pequena incisão que pode se localizar próxima a aréola, ou no sulco axilar, ou ainda, no sulco da mama por onde é introduzida a prótese de silicone até a área da mama a ser aumentada.

Com que idade pode ser realizada uma cirurgia de prótese de mama?

A cirurgia de prótese de mama pode ser realizada assim que as mamas já estiverem formadas, algo que acontece entre 16 – 17 anos de idade.

É possível colocar prótese e levantar a mama na mesma cirurgia?

Esse procedimento é possível e denominamos de Mastopexia. Assim, além da colocação da prótese de silicone para aumento do volume mamário, podemos corrigir a flacidez de pele e a ptose (caimento) da mama no mesmo procedimento cirúrgico. Veja mais em Mastopexia.

A cirurgia de prótese de mama deixa cicatrizes?

Toda cirurgia, seja ela plástica ou não, deixa cicatrizes. Na cirurgia de prótese de mama as cicatrizes são posicionadas em locais de difícil visualização e com a evolução natural da cicatrização, tende a ficar praticamente imperceptível.

Como é definido o volume da prótese que será colocada?

A escolha do tamanho leva em conta o desejo da paciente, o peso, a estatura, a distância entre ombros e quadril, além de aspectos inerentes ao tórax e à mama a ser operada.

A prótese de silicone causa câncer?

Não. Estudos já comprovaram cientificamente que não há evidência da relação entre câncer e próteses de silicone. As pacientes devem manter acompanhamento periódico assim como qualquer outra mulher que não tenha feito nenhum tipo de cirurgia.

Como é a recuperação e que tipo de anestesia é realizada?

Pode se realizar, basicamente, 3 tipos de anestesia: Local com sedação, peridural ou anestesia geral. Essa decisão deve ser tomada em conjunto com o paciente, o anestesista e o cirurgião plástico que realizará o procedimento. Quanto a recuperação, geralmente, após 7 – 15 dias é possível retornar às atividades laborais, 30 dias para exercícios físicos leves e 60 dias para exercícios com impacto.

Permaneceu com dúvidas? Agende uma consulta com nossa equipe.